Login |  Promoções | Cadastre-se

Obrigado por sua visita! Seja sempre bem vindo(a)!
Online desde 18/09/2000
Cursos Online de Nautimodelismo - Modelismo Naval R/C
Rebocador Mite Yate Laura B Pesqueiro Artur Lancha Syntetic
Lancha PT-596
Veleiro Bruma Lancha Chris Craft Constellation Empurrador Hulk Veleiro Ncr-65 Lancha Chris Craft Kids Pesqueiro Guaruba Traineira Nauticurso Lancha Planek Rebocador Rodrigo
Mite
Laura B
Artur
AV-SC95
PT-596
Bruma
C. Craft
Hulk
NCR-65
CC Kids
Mares
Guaruba
Traineira
Planek
Rodrigo
Madeiras para modelismo Acessórios/Fittings Kits completos Fiberglass-moldes silicone

Curiosidades

O QUE É UM NAVIO ?

Um navio é uma grande embarcação, geralmente dotada de deque. Um navio tem, geralmente, tamanho para transportar os seus próprios barcos, como botes salva-vidas, botes ou lanchas. Uma regra básica (embora nem sempre se aplique): "um navio pode com um barco, mas um barco não pode com um navio". Geralmente a lei local e órgãos de regulamentação irão definir o tamanho concreto (ou o número de mastros) que um barco deverá ter para ser elevado à categoria de navio (Note que os submarinos não são referidos como "barcos", excepto os submarinos nucleares, classificados como navios).Outra definição para 'Navio' é qualquer embarcação que transporte carga com objectivo comercial. Os navios de passageiros transportam 'supercarga' (outra designação para passageiros e pessoas que não trabalham a bordo). Barcos de pesca nunca são considerados 'navios', embora também transportem botes salva-vidas e carga (a pesca do dia). Os Ferries também não são considerados 'navios'.

A Náutica refere-se, assim, aos navios e práticas de navegação.

Tipos de navio em uso

CatamarãContratorpedeiroCorveta
Cruzador
Draga-minas
Escolta oceânicoFerry
Fragata
Graneleiro
Lancha de desembarque
Lancha de fiscalizaçãoNavio balizador
Navio de carga
Navio para carga pesada
Navio de cruzeiro
Navio hidrográficoNavio porta-contentores
Navio de vela
Panamax
Petroleiro
Porta-aviõesQuebra-gelo
Rebocador
Submarino
Supercargueiro "Ro-Ro"
Supertanque
Superpetroleiro
Super-porta-aviõesTransatlântico

Tipos de navios históricos



Caravela de dois mastros

Aviso
Canhoneira
Caravela
Dreadnought (intrépidos)CouraçadoCruzador
GaleãoNau
Monitor EncouraçadoNavio de linha
Torpedeiro
Classificação dos navios

de Navegação Oceânica - Adequadas para navegar sem limite de área (Tipo A);
de Navegação ao Largo - Adequadas para navegar ao largo até 200 milhas da costa (Tipo B);
de Navegação Costeira - Adequadas para navegação costeira até 60 milhas de um porto de abrigo e 25 da costa (Tipo C1);
de Navegação Costeira restrita - Adequadas para navegação costeira até 20 milhas de um porto de abrigo e 6 da costa (Tipo C2);
de Navegação em Águas Abrigadas - Adequadas para navegar junto à costa e em águas interiores num raio de 3 milhas de um porto de abrigo (Tipo D).;
Terminologia

Os navios podem-se agrupar constituindo frotas, flotilhas, esquadras, esquadrilhas ou esquadrões.Grupos de submarinos (particularmente os U-Boot alemães nos anos 40) podem caçar em alcateias (termo derivado de "alcateias de lobos").

Terminologia náutica

Ver artigo principal: Terminologia náutica.



Esquema de um navio civil moderno:
1. Proa;
3. Âncora;
4. Casco;
5. Hélice;
6. Popa;
7. Chaminé;
8. Ponte.

Os navios, em particular os navios de vela, envolvem um rico e variado vocabulário, repleto de de termos técnicos. Muitos deles ligam-se a discussões mais alargadas do jargão náutico.

Proa - A frente do navio. Comparar com ré.Popa - a traseira do navio — também conhecido em senso de direção como sendo avante.

Estibordo - O lado do navio que está à direita quando o observador olha para a frente.Boreste - Termo usado no Brasil em vez de Estibordo.

Bombordo - O lado do navio que está à esquerda quando olhando para frente. (Um mnemonico para distinguir é que esquerda possui o mesmo número de letras de bombordo.)

Ponte - o centro de comando da navegação.Cabine - Um quarto fechado num deque.

Deques - Os "pisos" e diferentes andares do navio.

Casco - A estrutura de flutuação que suporta o navio.Mastro - um poste concebido para a suspensão das velas.[editar]

Propulsão

Até à aplicação do motor a vapor, os navios até ao século XIX, moviam-se através da força do vento nas velas.Antes da mecanização os navios mercantes sempre usaram velas, mas a medida que a guerra naval tornou-se dependente a aproximação dos navios para a abordagem e invasão ou da luta corpo a corpo, as galeras passaram a dominar os conflitos navais devido a sua manobrabilidade e velocidade. Os navios gregos que lutaram na Guerra do Peloponeso usaram triremos, do mesmo modo que haviam feito os Romanos na Batalha de Actium. A partir do século 16, o grande número de canhões tornaram a manobrabilidade uma característica secundária comparado ao peso; o que levou a total predominância de navios de guerra a vela.O desenvolvimento do navio a vapor foi um processo complexo, o primeiro navio comercial de sucesso foi o "North River Steamboat" (também chamado de "Clermont") creditado a Robert Fulton, nos EUA em 1807. Em seguida surgiu na Europa em 1812 o PS Comet de 45 pés de comprimento. A propulsão a vapor progrediu consideravelmente durante o século 19. Os principais desenvolvimentos foram o condensador. o que reduziu a necessidade de água fresca, e motor de expansão de multiplos estágios que obteve um acréscimo considerável de rendimento. A roda de pás deu lugar ao, bem mais potente, propulsor de hélice. Desenvolvimentos posteriores resultaram no desenvolvimento da turbina a vapor marítima por Sir Charles Parsons, que fez a primeira demonstração da tecnologia no navio de 100 pés "Turbinia" em 1897. Isto facilitou o desenvolvimento de uma nova geração de navios de cruzeiro de alta velocidade na primeira metade do século 20.


Estes ítens em DVD não podem faltar em sua coleção, peça já o seu!!

DVD Nautimodelismo + Aeromodelismo BrindeCurso profissional de marcenaria VOL1Curso profissional de marcenaria VOL2combo marcenaria 1 e 2Curso de fiberglass Laminação e MoldesMoldes em siliconeColetânea 1000 planos de aeromodelismo + 1500 planos elétricosColetânea de 180 planos de nautimodelismo ModernoColetânea de 200 planos de nautimodelismo antigosProjetos e manuais para submarinosSupercoletânea Apostilas, Livros e Ebooks voltados so modelismo navalModelismo em Papel Militares 2dvd de bricolagem reforma, eletrica, construção e jardinagem1 DVD e aprox. 2 Giga bytes de arquivos para modelismo em papelTudo sobre AquarísmoModelismo em Papel Militares 1

Informações

Expedição

 


Todos os direitos reservados nauticurso.com 2013
Dúvidas / Esclarecimentos

Fale Conosco