Login |  Promoções | Cadastre-se

Obrigado por sua visita! Seja sempre bem vindo(a)!
Online desde 18/09/2000
Cursos Online de Nautimodelismo - Modelismo Naval R/C
Rebocador Mite Yate Laura B Pesqueiro Artur Lancha Syntetic
Lancha PT-596
Veleiro Bruma Lancha Chris Craft Constellation Empurrador Hulk Veleiro Ncr-65 Lancha Chris Craft Kids Pesqueiro Guaruba Traineira Nauticurso Lancha Planek Rebocador Rodrigo
Mite
Laura B
Artur
AV-SC95
PT-596
Bruma
C. Craft
Hulk
NCR-65
CC Kids
Mares
Guaruba
Traineira
Planek
Rodrigo
Madeiras para modelismo Acessórios/Fittings Kits completos Fiberglass-moldes silicone

Informações Técnicas

Detalhes das partes de um veleiro

|
Cada peça de um veleiro tem seu nome e função específica e são estudadas pela ciência náutica para serem cada vez mais leves, práticas e funcionais. Existe uma infinidade de termos para cada parte do barco, desde as estruturas do casco até para cada cabo. Esses termos são os mesmos tanto para o menor barco monotipo até para os mais tecnológicos veleiros de oceano.

Os controles e regulagens do barco, suas funções óbvias e os efeitos colaterais.

Esse artigo é escrito para aqueles que como eu, tem enfrentado problemas para se lembrar o que acontece quando folgo o backstay, caço o burro ou caço o cunningham da buja, para isso analiso cada comando em seu lugar e simplesmente explico qual seu efeito.

ESCOTA DA MESTRA - Acrescentando à sua função óbvia de regular a abertura da mestra, também controla a tensão da valuma desta vela, o que determina quanto twist terá, e caçando a mestra e tencionando a valuma (diminuindo o twist) a ponta do mastro tambem virá pra trás.

ADRIÇA - Alem de sua função óbvia de subir a vela mestra, controla também vários outros efeitos:
a tensão da testa da vela
    1) Folgando-a diminuímos a tensão de cunningham na parte superior da vela, abrindo a valuma e achatando o topo da vela.
     2) Caçando-a ( adriçando mais a vela) obtemos o efeito oposto.
     3) Uma adriça muito caçada pode causar compressão no mastro. ( a menos que seja utilizada trava de adriça no topo do mastro p.ex. HC16)
     4) Também ocasiona peso no topo do mastro, por isso deve-se utilizar cabos somente grossos o suficiente para sua segurança.
     5) Se a adriça é externa adiciona arrasto, pelo efeito do vento.

CUNNINGHAM - age esticando a testa da mestra, que causa movimentação da barriga ( parte mais gorda da vela) para frente. Quando isso acontece, o topo da testa ( na área da ultima tala) irá abrir-se. Note que é diferente de caçar a adriça, que fecha o topo da testa da vela. Fazer a vela mais barriguda ou plana não é o trabalho do cunningham, ele somente posiciona a barriga da vela. Folgando-o você terá a barriga da vela mais atrás, afastando-se da testa, tornando-a mais plana , e aproximando-se da valuma, que fica mais tencionada. Quando a barriga fica muito atrás, conforme o desenho da vela e fabricante, formam-se rugas horizontais na metade inferior da testa da mestra.

ESTEIRA - Caçando-a esticamos o tecido na parte inferior da mestra fazendo-a mais plana, agindo também na parte inferior da valuma que se abre. caçando-a esticamos o tecido entre o olhal na base inferior da vela e seu punho na valuma, fazendo com que a parte inferior da vela fique mais plana, isso tambem causa uma abertura da valuma na área das talas inferiores.

BURRO - a função principal do burro é controlar a valuma da mestra, quanto mais caçado estiver mais esticada a valuma ficará e menos twista vela terá. O Burro também afeta a curvatura do mastro: quando o burro está preso na retranca e no mastro, quando caçado leva a parte superior do mastro para trás, quando preso na retranca e no deck do barco, tende também a empurrar a parte inferior do mastro para frente, se não houver obstáculo, curvando-o na sua metade inferior

TRAVELLER - Quando folgamos o traveller para sotavento, abrimos a vela inteira, diminuindo o angulo de ataque, tirando sua potencia para dias de vento mais forte. Em dias de leve brisa, folgamos a escota da mestra e caçamos o traveller para barlavento, afim de manter a retranca no centro do barco sem que a força seja exercida na vertical, fazendo com que o twist seja maior e as lazinhas da valuma voem adequadamente. Algumas classes o traveller foi eliminado, pelo seu incomodo e peso, nesse caso o burro é quem controla a abertura da valuma e a escota simplesmente controla a abertura da vela.

TALAS - As talas devem ser mais longas quanto a classe permitir e devem entrar em seus compartimentos o mais apertadas possível, elas suportam a valuma e a mantem reta. Para talas com regulagem de tensão, quanto mais apertado o cabo, mais curvada ela ficará, dando mais potencia à vela.

BICHA - cabo fino que percorre a valuma e as vezes a esteira da vela , usada ara eliminar os batimentos ( flutter ) ou oscilações da valuma em certas ocasioes. Em ventos leves use a bicha o mais solta possível.



Confira as principais partes de um veleiro

  • Proa - Parte da frente do veleiro, onde ficam as velas da proa, como a genoa e o balão. O proeiro é o tripulante responsável por ajudar a subir essas velas e organizar a descida delas.

  • Popa - Parte de trás do veleiro, geralmente onde fica o timão e o leme, submerso.

  • Mastro - Estrutura que sustenta as velas. Espécie de poste por onde as velas são hasteadas e baixadas.

  • Quilha - É o contrapeso do veleiro. Serve para manter a estabilidade do barco e garantir que o veleiro rume para frente. Além disso a quilha também é responsável por manter o veleiro do lado certo em caso de acidente, sempre desvirá-lo em um capotamento.

  • Vela Mestra - É a vela principal do veleiro, também chamada de Grande. Não é baixada em nenhuma condição de vento.

  • Roda de Leme - Também chamado de timão, é a direção do veleiro. Geralmente é o comandante, ou um timoneiro, quem controla o barco.

  • Adriças - Cabo responsável por subir as velas

  • Escotas - Cabo responsável pela regulagem das velas Genoa e Balão. Cada vela tem sua própria escota.

 

Estes ítens em DVD não podem faltar em sua coleção, peça já o seu!!

DVD Nautimodelismo + Aeromodelismo BrindeCurso profissional de marcenaria VOL1Curso profissional de marcenaria VOL2combo marcenaria 1 e 2Curso de fiberglass Laminação e MoldesMoldes em siliconeColetânea 1000 planos de aeromodelismo + 1500 planos elétricosColetânea de 180 planos de nautimodelismo ModernoColetânea de 200 planos de nautimodelismo antigosProjetos e manuais para submarinosSupercoletânea Apostilas, Livros e Ebooks voltados so modelismo navalModelismo em Papel Militares 2dvd de bricolagem reforma, eletrica, construção e jardinagem1 DVD e aprox. 2 Giga bytes de arquivos para modelismo em papelTudo sobre AquarísmoModelismo em Papel Militares 1

Informações

Expedição

 


Todos os direitos reservados nauticurso.com 2013
Dúvidas / Esclarecimentos

Fale Conosco